Conheça a deficiência visual

Conheça a deficiência visual

Por Lydia da Cruz Marques às 08:51 0 comentários

O que é deficiência visual?  

Caracteriza-se a deficiência visual quando, apesar de tratamento médico, cirúrgico, ou uso de óculos, a visão está reduzida ou ausente. Quando a visão está reduzida chamamos de baixa visão, e quando não existe visão chamamos de cegueira.

Muitos estudos mostram que a maioria das pessoas com deficiência visual tem baixa visão. O termo inicialmente utilizado no nosso país para designar a baixa visão foi “visão subnormal”, atualmente é indicado “baixa visão”.

A Organização Mundial de Saúde, CID-10, estabelece uma classificação com diferentes níveis da baixa visão, de acordo com a acuidade visual (capacidade de definir detalhes) e o campo visual (a extensão do espaço visual que está preservada). Esta classificação é útil para fins legais e científicos.

 

 

Baixa Visão

A Organização Mundial de Saúde estabelece na sua Classificação Internacional de Doenças (CID) uma definição de baixa visão baseada na medida da acuidade visual:

Baixa visão é uma condição causada por uma doença ocular, na qual a acuidade visual é menor de 20/70 (ou 0.3) até maior ou igual a 20/400 (0.05), no melhor olho com a melhor correção óptica (óculos).

 

A medida da acuidade visual quantifica a capacidade do nosso sistema visual discriminar formas e detalhes. Ela é medida através de tabelas padronizadas, que contém os valores referentes ao tamanho do menor símbolo que a pessoa pode discriminar ou identificar.

Além da acuidade visual, outras funções do sistema visual como o campo visual, a capacidade de perceber contrastes, a capacidade de adaptação claro-escuro, a percepção de cores, e as preferências por iluminação exercem impacto na percepção visual da pessoa com baixa visão. Como essas funções visuais estão prejudicadas ou preservadas é consequência do tipo de doença ocular que resultou na baixa visão.

Por esta razão é muito importante conhecer a doença ocular e suas possíveis consequências na performance. Por exemplo, uma pessoa com a doença Degeneração Macular, terá, na maioria dos casos, muita dificuldade na percepção visual de detalhes, mas,  uma vez que sua visão periférica esteja íntegra, não terá maiores dificuldade de locomoção. Por outro lado, uma pessoa com glaucoma em fase adiantada da doença, pode apresentar um campo visual muito restrito, sem a visão periférica, com preservação da visão central, o que, possibilita a leitura, mas não é possível locomoção com segurança, sendo necessário que aprenda técnicas de Orientação e Mobilidade e o uso de bengala.

No entanto, outros fatores além desses decorrentes do impacto da doença no sistema visual influenciam o uso da visão, São fatores como o fato da pessoa ter sido estimulada ou não a usar a sua visão; aspectos psicológicos relacionados a aceitação da deficiência, a motivação no uso da visão; e também os apoios que recebe da família e da comunidade.

Cada pessoa com baixa visão tem sua maneira de perceber visualmente o mundo, em consequência, terá habilidades e inabilidades visuais que lhes são próprias.  Não é possível generalizar, como, por exemplo, supor que todos os alunos com baixa visão vão se beneficiar com leitura ampliada em corpo 24. Alguns podem necessitar de uma ampliação maior, outros, aproximando-se do livro podem ler corpo 10.

Para melhorar a performance visual das pessoas com baixa visão são utilizados vários recursos e estratégias. Dentre esses recursos podemos utilizar a ampliação real, como por exemplo, das letras de um texto para que seja possível a sua leitura. Podemos obter ampliação das imagens através de lentes especiais, chamadas de recursos ópticos, montadas ou não em óculos. Além desses, dispomos nos dias de hoje de uma grande variedade de recursos eletrônicos como: softwares especiais para baixa visão; opções de acessibilidade do sistema operacional Windows e do IOS e Androide e lupas eletrônicas.

Modificações ambientais como melhora do contraste entre o objeto e o fundo; uso de cores vibrantes; e controle da iluminação (mais intensa ou menos intensa, de acordo com a doença ocular) são também indicadas para as pessoas com baixa visão com a finalidade de melhorar o uso da sua visão.

Clique nas imagens para ampliar

Deixe seu comentário

Navegue por Categorias

Braille

Inclusão

Mundo

Natação